Lua

lua
Tentando fotografar essa linda lua de sábado (mas foto de celular nunca sai boa) e essas estrelas que agora enxergo dos fundos de minha casa. Os astros do universo, pra mim, são o maior indicativo de entrelaço no mundo. Porque, primeiro, representam a nossa conexão com Deus e de Deus conosco. Mesmo quem não crê que Deus existe reconhece que tamanha grandiosidade não pode ter outra origem senão divina, e Deus sabe que não há maneira mais simples para demonstrar a nós seu amor. Porque esta linguagem é universal: independente de religião e de onde se esteja, ali Deus aparece para judeus, cristãos, budistas, espíritas, muçulmanos, ateus e admiradores de Espinoza.
Segundo, porque representa uma das coisas mais incríveis da vida, que é essa confusão entre passado, presente e futuro, cujas sensações tanto se misturam no dia a dia. Pensar que a luz que vemos hoje pode ter sido emitida há milhares de anos, que pessoas queridas da infância viraram “estrelinhas” lá no céu, que um dia o homem poderá viajar até lá, que o que lá ocorre agora é desconhecido e só veremos “a luz” disso daqui a alguns anos (ou talvez nunca vejamos).
Terceiro, porque estas luzes, neste exato momento, estão sendo avistadas por gente de todo o mundo. E esse encanto coincidente nada mais é que mentes e almas interligadas, mesmo que nunca tenham tido contato. Amizades, projetos para acabar com a fome na África, amores desencontrados, futuros líderes mundiais que um dia poderão guerrear ou assinar a paz mundial, doadores brasileiros de medula óssea, seus receptores filipinos, boas conversas, negros e brancos, pessoas que perderam entes queridos, crianças curiosas que avistam o céu pela primeira vez, mamães que acabam de descobrir que receberam esta missão.
Tantos dramas, tantas felicidades, tantos sentimentos, de quem agora olha para o céu. Talvez esta seja minha maior admiração pelo Universo: anula quaisquer dimensões ou diferenças de espaço-tempo. É o que não pode ser mais nada senão divino conectando o que não é nada mais nada menos que, apenas, humano.

 

Categoria(s): Sem categoria

Loading Disqus Comments ...
Loading Facebook Comments ...